terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Estreias e despedidas marcam jogão entre Rio Claro x Bafo

Domingo, dia 20 de Fevereiro de 2011. O Loucos pelo Interior, blog que aborda 36 clubes do interior paulista e que completa 2 meses e meio de muito suor e trabalho, abre suas portas para duas estreias em jogos postados: Rio Claro Futebol Clube, equipe centenária e de participações na Série A-1 do Campeonato Paulista nos últimos anos, e o Comercial de Ribeirão Preto, clube que completará 100 anos em 2011.
Aquecimento dos jogadores comercialinos. Time precisava da vitória para continuar na luta pela vaga

Os colunistas do Loucos, Gui Giuliani e Felipe Abrahão, recepcionaram o novo horário sem muita adaptação. Ao entrarem no Estádio Augusto Schimidt Filho, o “Schimidtão”, sofreram com os mais de 32º C que pairavam sobre a cidade e perceberam a ausência inicial da torcida rioclarista nas arquibancadas e setores privados. Nos alto-falantes, notícias envolvendo os demais jogos e informando sobre o time de Paulinho McLaren, cuja posição na tabela ainda deixara a desejar até o momento. Já o Leão Alvinegro por sua vez, procurava embalar e cravar seu lugar no G-4.

No batuque e na harmonia, a Sangue Azul mostra empenho e amor pelo Rio Claro
No entanto, a Mancha Alvinegra viajou muitos quilômetros para apoiar o Comercial
A partida começou de maneira eletrizante e o Rio Claro saiu na frente com apenas cinco jogados. O matador Jackson invadiu a área comercialina e finalizou cara-a-cara com Alex. Nisto, a torcida Sangue Azul sequer tinha chegado e a Mancha Alvinegra começava a ocupar os lugares naquele instante. Com o 1 a 0 no placar, a natural tranqüilidade do Galo motivou os atletas a percorrerem em busca do segundo tento. E ele veio aos 34, novamente por Jackson, pegando rebote. Antes do apito do árbitro Magno de Souza Neto, o Comercial diminuiu o prejuízo com o meia Douglas, um dos melhores do clube ribeirão-pretano em campo.
Lateral Marcinho controla a bola no meio-de-campo
Na primeira etapa, quem saiu vencedor foi o Galo Azul

No intervalo, empolgados com os salgadinhos das torcedoras do Rio Claro, os comercialinos se preocupavam com a perda de pontos de sua equipe, culpando o treinador Edson Só pelo fracasso momentâneo:
- Hoje o Só (Edson) cai! – gritavam alguns deles.
O retorno foi marcado por uma pressão de ambos os lados. Tentando o empate, o “Bafo” tinha seu esquema tático alterado. O Rio Claro no entanto, fechava muito bem o sistema defensivo, dando poucos espaços à Tiago Cavalcanti e Sílvio, avantes alvinegros. Quando a partida esfriou, o zagueiro Kelisson se aproveitou: gol de cabeça em cobrança de escanteio pela direita e terceiro gol dos mandantes, basicamente sacramentando o resultado e os três pontos na tábua.
O atacante Tiago Cavalcanti (9) passou em branco, mas conseguiu incomodar a defesa adversária
Ao final, situação amigável de ambas as torcidas e saída tranqüila do Estádio. Terminou assim mais uma aventura do Blog Loucos pelo Interior, que continuará tentando agradar os gostos de todas as torcidas! Ah, e quanto à despedida do título? Bem, Edson Só foi realmente demitido do cargo e não treina mais o Comercial na seqüência da A-2...
Até mais, galera!
Equipe Loucos pelo Interior
 A Torcida Sangue Azul e seu bandeirão. Apoiando o Rio Claro em todas as ocasiões

3 comentários:

  1. coitado do Edson Só, ele é fregues do azulão.. fazer o que

    ResponderExcluir
  2. Hi, I came across your site and wasn’t able to get an email address to contact you. Would you please consider adding a link to my website on your page. We are happy to offer you a 10% discount to our Online Store if you do so. Please email me back and I would be happy to give you our link.

    Thanks!

    Frank
    frank641w@gmail.com

    ResponderExcluir